Sempre há alguém melhor

“Independentemente do quão bom você é, sempre haverá alguém melhor.
É incrivelmente fácil perder tempo se preocupando com isso”.

(originalmente em – link)

Eu estou na área faz 6 anos e mesmo se você também acabou de entrar no ramo ou já tem mais de 20 anos de carreira, não tenho dúvidas que alguma vez se deparou com o trabalho de alguém e pensou: “putz, isso é muito melhor do que o que eu faço” ou “nunca vou conseguir fazer algo assim”.

Respire fundo. Isso é normal, mas não deve virar uma cobrança exagerada e muito menos um motivo para você desistir da sua carreira.

Trabalhar com criação deve ser um aprendizado contínuo (como falamos no post anterior), por isso quando essas comparações começarem a aparecer na sua cabeça pense em como você começou na área. Aqueles cartões de visita para um tio que pediu um favor, um convite de aniversário pro aniversário da sua sobrinha e aquele power point que sua mãe pediu para a empresa dela. Tudo isso fez parte do seu primeiro degrau na profissão.

No meu caso por exemplo, quando vejo as peças que fazia 2 ou 3 anos atrás eu sempre penso que conseguiria fazer algo 100 vezes melhor se fosse hoje. Faça esse teste: pegue seu portfólio de alguns anos atrás e tente passar por todas as peças sem achar um único defeito.

Não dá, né?

Agora, voltando as comparações com portfólios mais avançados que o seu: já parou para pensar que deve ter centenas ou milhares de outros designers e publicitários que estão no estágio do cartãozinho de visita e do powerpoint? E que provavelmente eles olham o seu portfólio achando que nunca irão fazer algo no nível que você faz? Eles ainda estão no primeiro degrau e você já está no segundo ou terceiro (quem sabe até mais longe do que isso).

As comparações sempre vão existir e devem existir, não importa o seu nível de maturidade profissional e pessoal. Isso é o que nos impulsiona a melhorar, estudar, buscar novas soluções e técnicas para o dia a dia. Por isso, lembre-se sempre que esse tipo de pensamento é saudável.

Contudo, como tudo hoje em dia, nada em excesso faz bem. Como já comentei no começo desse texto, a partir do momento que virar uma cobrança exagerada na sua cabeça e o pensamento se transformar em algo negativo, pare e respire fundo. Sempre, mas sempre MESMO você vai encontrar pessoas que estão mais avançadas. Quando você estiver com 1 ano de carreira, o cara de 2 anos de carreira ainda vai ter mais experiência que você, mas isso só quer dizer que ele está em um estágio da carreira e da vida dele e você em outro. Daqui um ano você vai estar com 2 anos de carreira também, já pensou nisso? São apenas 365 dias.

Transforme isso na motivação que você precisa para crescer e não em motivo para se enfiar debaixo das cobertas e achar que seu trabalho não vale nada. Se eu aprendi alguma coisa na minha carreira até agora é que acreditar no que você faz já é 80% do caminho, o resto é consequência.

Até a próxima! 🙂
Anúncios

5 comentários Adicione o seu

  1. Silvia Ponzoni disse:

    Muito boa a tua avaliação e motivação!

  2. Chell disse:

    Ai Singula, eu sofro desse mal de comparação e auto-sabotagem. Sei que é errado, ma a cabeçinha não ajuda. Ótimo texto =D

    1. singulano disse:

      Eu sofro também Chell, mesmo sabendo qual é o problema hahah. Obrigado! Fico feliz que gostou do texto! 🙂 Semana que vem tem mais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s