A lógica japonesa

Essa semana recebi uma citação muito bacana com o título de “lógica japonesa”. Confesso que não consigo provar nesse post de onde ela vem mesmo ou se é mesmo japonesa (estou estudando sobre isso), mas é algo mais ou menos assim:

“Se alguém pode fazer, significa que eu também posso. Se ninguém consegue fazer, significa que eu posso ser o primeiro”.

O que eu vou falar aqui talvez nem tenha muito a ver com design e criação, mas talvez se aplique a algumas realidades. Quem sabe a sua.

Vamos quebrar essa citação em 2 partes:

“Se alguém pode fazer, significa que eu também posso.”

Ah, mas isso é óbvio!
É mesmo?

Sabe aquele momento que conversamos algum tempo atrás, onde sempre vai ter alguém que está um passo na sua frente? Tive um colega de trabalho em meu segundo emprego que toda vez que eu falava sobre como algum trabalho era bonito e que nunca eu chegaria naquele nível ele sempre me falava: “Você consegue fazer igual ou próximo? Então você já está no nível dessa pessoa ou desse trabalho”.

A ideia é a mesma. Se você admira alguém ou de vez em quando bate aquela invejinha (não te julgo…todos passamos por isso) do job que a pessoa fez ou apresentou para o cliente, o que te impede de fazer igual? O que te impede de fazer melhor? Nada. Você também pode.

Você também pode propor novas ideias, novos recursos, novas imagens, novas técnicas, novas normas, novas regras e novos caminhos. Tem um ensinamento no design (sinceramente não me recordo quem me disse isso pela primeira vez, só sei que já ouvi pelo menos umas 10 vezes) que fala sobre conhecermos as regras para saber quebrá-las. Em algum momento, um designer quebrou alguma regra para criar algo diferente, o que significa que você também pode fazer o mesmo, independente da área em que você esteja atuando.

A outra parte pra mim é a mais interessante:

“Se ninguém consegue fazer, significa que eu posso ser o primeiro.”

Opa!

Aquele projeto que está engavetado e nenhum dos seus colegas realmente acredita nele. Um job que nenhum membro da equipe quis abraçar dentro da sua empresa. O problema que passou na mão de inúmeras pessoas, mas nenhuma conseguiu achar uma solução. Ninguém consegue fazer.

Aí aparece uma oportunidade: a chance de você ser o primeiro.

Nós não estamos acostumados a ser o primeiro em alguma coisa. Pode parecer arrogância ou mesmo algo como “eu não mereço isso”, mas se ninguém está conseguindo eles também tiveram a chance de serem os primeiros. Significa que você também pode.

E se você for o primeiro, não pense que por conta disso você é arrogante ou que você não merece. Isso só mostra que você estava no caminho certo o tempo todo.

Photo via VisualHunt

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s