Pensando fora da caixa (ou quase isso).

Não importa se você trabalha em propaganda, comunicação interna ou design. Em algum momento você vai ouvir do seu cliente ou mesmo da equipe do seu escritório (ou da sua agência) a seguinte expressão: “temos que pensar fora da caixa”.

Bate aquele desespero né? No texto de hoje vamos falar um pouquinho disso, mas através de uma técnica muito interessante que aprendi (e estou aprendendo), recentemente com um dos meus grandes mestres nessa vida da comunicação, chamada Pensamento Lateral.

Muitas vezes nos encontramos sem respostas para um desafio novo ou para aquele job do dia a dia que simplesmente parece impossível. A dúvida bate e num piscar de olhos, o único pensamento que passa pela sua cabeça é que você não vai conseguir. Foi pensando em situações como essas, que o psicólogo de Oxford Edward de Bono desenvolveu o Lateral Thinking ou Pensamento Lateral, que de maneira bem simplificada é uma nova maneira de abordar problemas e desafios.

Como o próprio nome já diz, com essa técnica deixamos de pensar somente de forma linear (onde, na maioria dos casos, sempre acabamos com as mesmas soluções) para pensar de forma lateral. Nos movemos de um lado para o outro, estimulando nossa mente a procurar cada vez mais caminhos menos evidentes e assim fugimos do que já é esperado ou do famoso lugar comum.

Em nossa rotina corrida, normalmente já estamos familiarizados com certas fórmulas e certos padrões para clientes e campanhas.

“Vamos com essa ideia! Já funcionou uma vez!”

Contudo, já parou pra pensar que outras soluções (sim, você pode encontrar mais de uma solução viável para o mesmo problema) podem existir? E que elas podem ser ainda mais eficientes do que você já está acostumado a usar?  É um pouco como pensar fora da caixa, mas de uma maneira muito mais rica e muito menos previsível.

Um exemplo bem interessante de aplicação do pensamento lateral é o seguinte:

Você está em uma sala fechada com 2 portas: a porta da direita possui um dragão que cospe fogo e que está morrendo de fome, enquanto a porta da esquerda possui uma lente de aumento apontada para o sol que está pronta para te fritar assim que você puxar a maçaneta.

Qual das duas portas você abre e continua vivo?

.

.

.

.

.

.

(deixando um tempinho para você pensar antes de entregar a resposta)

.

.

.

Oras, basta ir na porta da esquerda. É só esperar o sol baixar.

São soluções mais elegantes (e não tão óbvias) como essa que podemos alcançar com o desenvolvimento dessa técnica. Ao invés de cair de cabeça no problema até a resposta magicamente aparecer, buscamos pensar de forma lateral em cima do problema apresentado (em uma analogia muito interessante, seria quase como o McGyver resolve os problemas na série). Com isso estamos mudando pouco a pouco a cultura de que o pensamento criativo é gerar uma ideia a partir de uma página em branco, mas sim pegar o que já existe e combinar com outros elementos que já fazem parte das nossas referências e experiências acumuladas até aqui.

Agora, não é algo também que aparece na sua cabeça da noite pro dia. Sair do que consideramos já como padrão (ou seja, como nossa zona de conforto), nunca é um caminho fácil. Entretanto, é algo que com paciência e dedicação é totalmente possível. Não existe receita mágica aqui, mas nada que uma bela dose de prática não ajude.

E para você já começar a praticar, vou deixar um dos desafios que encontrei nos textos de referência para esse post (que também estão abaixo e servem de leitura complementar, tem muita coisa legal!).

Depois deixe sua resposta nos comentários:

“A vovó estava tomando o café da manhã e sem querer, seus óculos caem dentro da xícara de café. Quando os tira de dentro da xicara percebe que não tinham se molhado. Como isso é possível?”

Referências para esse post:

How to Apply Lateral Thinking to your Creative Work

Criatividade para potencializar sua carreira profissional: conheça o pensamento lateral

Aprenda a desenvolver seu pensamento lateral

 

 

 

 

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. Chell disse:

    Acabou o café que ela tava tomando? rsss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s