Kriptonita

Por mais que você não conheça praticamente nada de HQs (como é meu caso, sempre tive uma queda maior por Mangás), em algum momento da vida você ouviu falar que o ponto fraco do Superhomem é a kriptonita. Perto de uma pedrinha dessas, ele perde totalmente os poderes e fica mais vulnerável do que nunca.

Já parou para pensar qual é a sua kriptonita?

Argumentos que você precisa melhorar, técnicas que você precisa aprender ou mesmo a postura que você tem no ambiente de trabalho.

A verdade é que todos temos uma (ou algumas).

Basicamente, a grande questão é que não dá pra ser especialista em tudo. Se você conhece muito sobre assunto A, alguém vai conhecer muito sobre assunto B e assim por diante. E não digo isso somente no ambiente de trabalho, mas basicamente em qualquer coisa que você faça na vida.

Num exemplo muito simples: você pode ser um excelente atacante no futebol, mas dificilmente vai ser também um bom goleiro (não digo que é impossível, ok?).

Ao longo da vida, à medida que vamos amadurecendo, a tendência é que você passe a enxergar e identificar cada um desses pontos. A partir disso, consegue tomar uma decisão simples: quero corrigir algum desses pontos ou não?

A questão é que a partir do momento que você entra no mercado de trabalho, ocorre uma certa discussão generalizada para que você jogue fora todas essas kriptonitas e transforme-as em poderes. Ou seja, você transforma a desvantagem numa vantagem.

Agora, por muitos anos (e agora em 2019 completo 10 anos de mercado), acreditei muito nessa equação. Sempre pensei em trabalhar nos meus pontos fracos para que eles se tornem pontos fortes, juntamente com outros que eu já tenho. Inclusive, instrui pessoas para que fizessem o mesmo.

Já ouviu isso em algum momento da vida, certo?

Contudo, voltando ao começo do texto, eu disse que todos somos especialistas em alguma coisa, mas não somos especialistas em tudo, não é?
E se mudássemos um pouco a ótica e começássemos a trabalhar em cima do que já somos bons? Não soa um pouco mais interessante?

Você provavelmente foi contratado porque é bom em alguma coisa (da mesma forma que todos temos kriptonitas, também temos poderes e habilidades únicas).

Nesse ponto você deve estar pensando: “até acho que é, mas o que eu vou fazer com uma só uma habilidade muito boa?”

Oras, aí é que entra mais uma parte do que falei no começo desse texto: se você é especialista no assunto A e seu colega é especialista no assunto B, por que não combinar os dois? Assim, temos uma dupla especialista em A e B. É isso que faz a tal coletividade, assunto tão discutido e tão procurado atualmente.

Não pare por aí. Junte um especialista em A, um em B, outro em C e mais um em D que você tem um TIME de especialistas.

O que tem de mais legal aqui é que entramos novamente naquela velha conversa de que um coletivo é feito por pessoas com diferentes bagagens e diferentes pontos de vista. Sendo assim, cada um trás sua experiência pra mesa contribuindo para as especialidades um do outro.

“Ah Singulano, quer dizer então que eu não preciso refletir sobre meus pontos fracos?”

Não me entenda errado. Você precisa sim, para saber que eles estão lá e ainda mais: aceitá-los. Digo isso, pois compreender isso, facilita o processo de compreensão de nós mesmos, tanto pessoal como profissionalmente falando. E isso é o que realmente estamos buscando no final das contas, não é mesmo?

Faça igual ao Superhomem. Ele sabe muito bem da kriptonita. Só não fica indo atrás dela o tempo todo.

Até a próxima!

————–

Texto inspirado no vídeo Simon Sinek on How to Strengthen Your Creative Skills: https://www.youtube.com/watch?v=fDnDnsnU-tg

Agradecimento especial à querida amiga Marcella Porto, pelos feedbacks sempre ótimos no texto ❤





Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s